24
maio
10

Touradas

Recentemente circulou na mídia a notícia sobre um toureiro que teve o pescoço perfurado pelo chifre de um touro. Confesso que quando soube do caso me deu muita pena do touro, pois provavelmente teve o mesmo fim que todos os animais envolvidos nas touradas: a morte, depois de longos momentos de dor e sofrimento. Com o toureiro, sinceramente, não consigo me importar. Diferente do animal que é colocado na arena à força, numa situação fora de seu controle, o toureiro tem escolha e está ali por sua própria decisão.

Defensores das touradas argumentam que ela faz parte da cultura de alguns povos e deve ser preservada, mas não acho que este seja um argumento válido. O ser humano tem evoluído constantemente, mas age de forma irracional quando continua realizando um evento tão antigo sem questionar-se sobre suas razões e suas consequências.

Quem gosta diz que é bonito ver o toureiro enfrentando o touro, mas tudo o que vejo é um espetáculo de covardia, onde dois animais, em completa situação de desigualdade, se enfrentam. De um lado o touro, com sua força, e só. Do outro o homem, armado e protegido, pois em qualquer situação de risco existem pessoas prontas a socorrê-lo. Os objetivos dos dois também são muito diferentes. O do touro é sobreviver, e ele entra na arena já condenado a não alcançá-lo. O do homem é ferir, sangrar, e então matar o touro, quando este já não tem mais condições de lutar.

Existe uma declaração chamada “Cidade Antitourada”. Ela não regulamenta nem proíbe, mas tem um valor ético e político, e serve como um meio de conscientizar os moradores das cidades e os turistas que por ali passam sobre a realidade das touradas, numa tentativa de diminuir o público desse tipo de evento. Hoje existem várias cidades que fizeram essa declaração, espalhadas por países como Espanha, França e Colômbia.

Para quem se interessar pelo assunto, visite o site do Comitê Internacional Antitouradas. Entre tantas informações disponíveis, estão formas de apoiar a causa e protestar contra esse evento tão brutal. Não sei se algum dia as touradas terão fim, mas prefiro acreditar que sim. Enquanto isso, sigo torcendo pelos touros.

Anúncios

1 Response to “Touradas”


  1. maio 30, 2010 às 6:22 pm

    eu sou daquelas que torcem pro touro.
    se acham bonitos os movimentos do toureiro, deveriam fazer disso um ballet e não uma matança
    é como aqeula farra do boi que tinha aqui no BR.
    parece qeu agora foi proibida


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


maio 2010
D S T Q Q S S
    jun »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

Arquivos

Categorias

Clique para assinar este blog e receber notificações de novos artigos por email.

Junte-se a 3 outros seguidores

Acessos ao Site

  • 13,297 acessos

%d blogueiros gostam disto: