Posts Tagged ‘fotografia

22
jun
11

Pôr-do-Sol

Ontem, dia de solstícios, conversando com meu irmão percebi que distantes, em continentes e hemisférios diferentes, poderíamos assistir ao mesmo pôr-do-sol, ao mesmo tempo, durante uma conversa ao telefone. Por alguns instantes a distância deixou de existir, e nunca um pôr-do-sol foi tão grande.

Anúncios
05
ago
10

O Sol em 4 Tempos

Sentindo falta do sol, de um pouco do seu calor, de dias mais bonitos e coloridos… Dias pálidos parecem tirar, também, um pouco da cor da minha vida.

09
jul
10

Perfeição Animal

Quando perco um pouco mais da fé no ser humano, me lembro dos animais. Às vezes penso que todos eles seguiram por caminhos melhores da evolução, e escaparam dos tantos defeitos que sobraram para o ser humano…

26
jun
10

Sem Lágrimas

Quantas vezes quis chorar e a chuva veio… trouxe-me as lágrimas e chorou junto comigo.

Hoje quis chorar, mas as nuvens não vieram… Não trouxeram as lágrimas que faltavam para que o choro acontecesse, e o tempo se encarregou de secar as poucas lágrimas que naturalmente brotaram.

Tive que aceitar, no lugar do choro e do soluço, o silêncio que se fez.

19
jun
10

O Tempo e as Lembranças…

4 meses depois… Cada ponta do triângulo voltou para seu ponto de origem, mas as imagens são poderosas e trazem consigo as lembranças, os momentos, as conversas, a alegria, e todo o resto…

06
jun
10

O Silêncio e as Cores…

Às vezes faltam palavras, a música já ocupou o espaço que havia, e ainda assim o que resta é o silêncio que me emudece. Então só sobra espaço para as cores e as imagens, que, vistas através dos meus olhos, talvez digam algo por mim…

23
maio
10

Ahhh, o Céu…

Tenho um hábito que não sei dizer quando começou, mas me acompanha todos os dias. Sempre comento com meus amigos e outras pessoas, mas nunca encontrei alguém que partilhasse desse meu gosto: olhar para o céu. Eu olho, o tempo todo, reparo em cada detalhe, nas mudanças com o passar do dia, e quando ele me surpreende com suas cores e nuvens, muitas vezes o fotografo.

Moro em apartamento, em um andar privilegiado que me permite admirar o céu durante todo o dia, mas sem dúvida o momento mais especial é o nascer do sol, que acontece bem de frente para as minhas janelas, o que me permite assistí-lo como se estivesse num camarote, diante de um espetáculo. Eu não gosto de acordar cedo, nunca gostei, sou de uma família de hábitos noturnos, mas essa visão que tenho diante de mim todos os dias torna tudo muto mais agradável.

No nascer do sol gosto de reparar nas cores, nos tons. Azul, rosa, vermelho, laranja, tudo se misturando em diferentes proporções a cada minuto. Durante o dia me chamam a atenção as nuvens e suas formas. Gosto de me deitar no chão e observar o movimento que elas fazem, reparar nos desenhos, e como rapidamente eles se formam e se desfazem. Dias com muito vento são os melhores. Gosto, também, quando o sol incide de tal forma a dourar as nuvens… Por fim, vem o pôr do sol. Nesse momento prefiro olhar para o resto do céu e reparar na imensa diversidade de tons de azul que ele apresenta, até que tudo se torna um imenso quadro negro repleto de pontos brancos.

Sempre que posso registro esses momentos para que eles não se percam. Fotografar é um hobby, e no meio de tantas fotos que tenho há uma imensa coleção de fotos que tiro do céu, que vejo e revejo incansavelmente. Acho curioso ser tão difícil encontrar outras pessoas com essa mesma mania que tenho, pois, pra mim, o céu é um espetáculo diário, gratuito, e sempre inédito. Você, que está lendo este texto, tem o hábito de, pelo menos de vez em quando, observar o céu?




dezembro 2017
D S T Q Q S S
« set    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Arquivos

Categorias

Clique para assinar este blog e receber notificações de novos artigos por email.

Junte-se a 3 outros seguidores

Acessos ao Site

  • 13,329 acessos

%d blogueiros gostam disto: