Posts Tagged ‘josé saramago

20
jul
10

Livro: “Caim” – José Saramago

Na semana passada terminei de ler (e me divertir) com mais esse livro do José Saramago.

Depois de matar seu irmão Abel, Caim, o personagem principal e “herói” da história, começa a se deslocar pelo tempo e espaço participando e, às vezes, interferindo em vários eventos que aparecem no antigo testamento. Passa pela construção da Torre de Babel, pela destruição de Sodoma e Gomorra, pela construção da Arca de Noé seguida do dilúvio, entre outras situações, sempre questionando e criticando as ações e intenções de Deus.

Todas as passagens são divertidas, tanto pela forma constantemente bem humorada com que o autor narra sua história, quanto pela ironia nos questionamentos e pela inclusão de expressões tão atuais no texto.

Gostei muito e recomendo a leitura.

18
jun
10

Um Adeus a José Saramago

Hoje minha sexta-feira começou mais triste… Acordei, liguei meu computador para ler meus e-mails, ver as notícias, e me deparei com a morte de Saramago, uma pessoa incrível e um dos meus escritores favoritos. Por um instante ficou aquela sensação de vazio, de sonho, de surreal, e então, com a constatação da realidade, veio a tristeza. Ele se foi.

Seus textos sempre mostraram o amor que tinha pela Literatura, que conheceu ainda criança e que o acompanhou por toda a vida, pois só tamanho amor resultaria numa escolha e ordenação tão perfeita das palavras. Era de uma família simples e o gosto pela leitura e o desenvolvimento de sua escrita aconteceu de forma auto-didata, o que deixa bem claro seu talento natural e sua genialidade.

Ele se foi, mas ao mesmo tempo estará sempre presente. Suas palavras, idéias, sensibilidade e humor ficam em seus livros e o mantém imortalizado, na mente daqueles que o conheceram e daqueles que ainda o conhecerão. Para quem acompanhava seu trabalho fica a sensação de perda, mas também de alegria por ter existido alguém como ele.

Deixo aqui alguns links a quem se interessar…

Uma citação dele, que cabe bem ao triste dia de hoje. Impossível que hoje seja só “um dia mais”…

“Todos sabemos que cada dia que nasce é o primeiro para uns e será o último para outros e que, para a maioria, é só um dia mais.”

José Saramago

03
jun
10

Alguns dos Escritores Favoritos

Acho que um dos maiores prazeres para quem gosta de ler é se deparar com um livro de um escritor cujos textos nunca tenha lido, e gostar tanto a ponto de ficar curioso, com muita vontade de ler outras de suas obras e conhecê-lo melhor. Às vezes a segunda leitura é um tanto frustrante e uma leve decepção surge. A vontade de encontrar outra obra interessante do mesmo autor até existe, mas o encanto não será o mesmo. Outras vezes o segundo contato serve para dar a certeza de que uma ligação existe, e então a vontade é de ler todas as histórias que aquele escritor tem para contar.

Lembro quando, ainda criança, li um livro da Agatha Christie pela primeira vez: “O Assassinato no Expresso do Oriente”. Gostei muito da história bem escrita, dos detalhes, do desenrolar do fatos tão interessante e que me deixava curiosa com relação à solução do crime, e de como adorei chegar ao final e saber como tudo terminava. Mal cheguei à última página do livro e quis logo ler outro, e outro, e outro, e assim aproveitei a imensa coleção que minha mãe tinha, e tem, dessa maravilhosa escritora.

Muitos anos mais tarde foi a vez de conhecer Gabriel García Márquez. Ganhei de um amigo muito querido o livro “Do Amor e Outros Demônios”, e não consegui parar de ler enquanto não cheguei ao final do livro. Fiquei realmente encantada. Só depois vim a ler o famoso “Cem Anos de Solidão”, e a segunda leitura confirmou que esse escritor era muito especial pra mim. Quando não sei o que ler, qualquer livro escrito por ele é sempre uma ótima opção.

Alguns anos atrás, procurando algo interessante em uma livraria, me deparei com um livro do José Saramago: “Ensaio Sobre a Cegueira”. Li algumas informações na contra-capa, um pequeno trecho do livro, e decidi que seria minha próxima leitura. Adorei o estilo desse escritor português, com seus longos parágrafos de várias páginas, seus diálogos mesclados à narrativa, e sua forma única de escrever. Me prendeu tanto que rapidamente cheguei ao final querendo mais, e as leituras seguintes confirmaram a boa impressão que tive com a primeira. Continuo adorando seus livros, e no momento, quando as leituras obrigatórias da faculdade me permitem, estou lendo “Caim”.

Em minhas leituras conheci muitos escritores que me chamaram a atenção, como George Orwell e a obra-prima “1984”, Clarice Lispector, Oscar Wilde, Carlos Heitor Cony, Júlio Verne, entre tantos outros, cada um especial à sua maneira. Mas parece que nunca me basta, e continuo à procura de novos livros, novos autores, que me encantem e conquistem com suas palavras. E você, quais são seus escritores favoritos?




abril 2017
D S T Q Q S S
« set    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

Arquivos

Categorias

Clique para assinar este blog e receber notificações de novos artigos por email.

Junte-se a 4 outros seguidores

Acessos ao Site

  • 13,057 acessos

%d blogueiros gostam disto: