Posts Tagged ‘meio ambiente

20
jun
10

O Perigo dos Balões

Felipe Dana/AP - Portal R7

Não me lembro se algum dia gostei de balões. Eles são bonitos, coloridos, têm as mais diversas formas… mas têm fogo e, embora subam pelas mãos de uma pessoa, caem em lugar indefinido, onde pode ou não haver alguém que os recolha e evite acidentes. Parece-me meio óbvio que são perigosos, que soltá-los pode causar incêndios e custar a vida de pessoas, animais e plantas.

Ontem estava acompanhando as notícias sobre o incêndio ocorrido no Rio de Janeiro no Morro dos Cabritos, próximo à Lagoa Rodrigo de Freitas, causado pela queda de um balão. A cada nova imagem me doía mais imaginar quantos animais foram vítimas de uma pessoa irresponsável e inconsequente que, na empolgação com a época de festas juninas e a falta de consciência de seus atos, soltou o balão causador desse desastre.

Por que? Será que é tão difícil imaginar as consequências da queda de um balão com a tocha acesa? Será que não existe uma outra forma de diversão para essas pessoas que seja menos perigosa e prejudicial? Qual a graça de colocar em risco a vida de outros indivíduos? Acho lamentável que a imprensa divulgue: “Não houve vítimas”, diante de uma floresta toda queimada e quando é claro que animais morreram ali no meio, pois isso só dificulta a conscientização das pessoas com relação ao problema dos balões.

Existem leis de crimes ambientais e é proibido soltar balões, mas vivemos num país onde as leis e a justiça não parecem coisa séria. Não existe fiscalização, e a punição, bem mais leve e tolerante do que deveria ser, só existe na teoria. Quem sofre as consequências são as vítimas dos incêndios causados por esse perigoso “brinquedo”. No caso do incêndio de ontem, quantas vidas terão se perdido no meio do morro, onde, até então, havia uma floresta tão bela? Fala-se em um reflorestamento, mas o que estava ali e foi perdido não tem como ser recuperado.

31
maio
10

E o Vazamento de Petróleo Continua…

Já faz mais de um mês que, todos os dias, aparecem novas notícias na mídia sobre o vazamento de petróleo nos Estados Unidos. Sinceramente, não estava acompanhando e evitava clicar nos links com notícias relacionadas, procurando me esconder e não saber do tamanho da besteira que fizeram. Só hoje tive a coragem de conversar um pouco com uma amiga e ler algo a respeito.

Hoje soube da explosão da plataforma, da morte dos funcionários, e do volume de petróleo que tem vazado desde então. Assisti vídeos mostrando a área atingida e fiquei emudecida com a proporção que a coisa tomou desde que tudo começou. Segundo os artigos mais recentes, ainda não há previsão para um fim desse pesadelo, e, mesmo quando houver, imagino tudo o que terá ocorrido para o meio-ambiente e que não poderá ser revertido.

Assisti  um vídeo feito por Philippe Cousteau Jr, neto de Jacques Cousteau, e esse realmente me deixou bastante triste. Parece que os americanos misturaram um produto químico ao petróleo vazado, afirmando que isso minimizaria o problema, porém o vídeo mostra que o efeito foi exatamente o contrário: o petróleo, que estava na superfície, se quebrou em unidades menores , está atingindo águas mais profundas, e pode atingir as correntes oceânicas, agravando ainda mais a situação da fauna e flora marinha.

Pode parecer besteira, mas esse tipo de situação criada pelo homem me deixa bastante decepcionada e deprimida. Ver imagens das águas, dos animais, das praias, tudo impregnado pelo petróleo que vaza sem parar me faz mal. Vejo a dimensão desse desastre ecológico que poderia ter sido evitado, e penso no que o homem ainda será capaz de fazer nos próximos anos. Quanto tempo até esse ser tão inteligente e evoluído conseguir destruir a vida e o planeta que tem resistido a tanta coisa? Às vezes acho que muito menos tempo do que a gente imagina.




abril 2017
D S T Q Q S S
« set    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

Arquivos

Categorias

Clique para assinar este blog e receber notificações de novos artigos por email.

Junte-se a 4 outros seguidores

Acessos ao Site

  • 13,057 acessos

%d blogueiros gostam disto: